Conheça um pouco mais sobre a Reanatomização em Resina Direta

Reanatomização em Resina Direta Drª Vanessa Silveira blog

A busca por um sorriso perfeito tem sido o foco de muitas pessoas para a melhora na aparência estética dos dentes e, com o avanço das técnicas e a evolução dos materiais nos últimos anos, esse sonho é possível e o melhor, acessível também! Os tratamentos são os mais diversos, seja para necessidades funcionais ou estéticas, e a reanatomização em resina direta é uma delas. A técnica vem sendo cada vez mais utilizada para realizar modificações estéticas nos dentes, como alteração de forma, cor, preenchimento de espaços entre os dentes ou correções de fraturas, por exemplo. 

Saiba mais a seguir sobre esse tratamento, que já é sucesso nos consultórios odontológicos! 

O que é resina direta?

Resina Direta é uma técnica de restauração dos dentes que utiliza a resina composta como material. A técnica pode ser realizada no próprio consultório, é prática, e, quando feita por um profissional especializado na área traz resultados muito positivos. 

A resina direta pode ser indicada para alterar a forma, a cor ou corrigir os dentes. Além disso, é muito utilizada para preencher espaços entre os dentes ou corrigir fraturas. 

É importante destacar, entretanto, que a técnica não é recomendada para pacientes com bruxismo severo e que, se comparada às técnicas com porcelana, pode ocorrer o amarelamento e a perda de brilho do material mais rapidamente. 

Principais vantagens da Resina Direta

– Rapidez na obtenção dos resultados;

– Boa durabilidade;

– Facilidade para realizar reparos;

– Ótima relação custo-benefício comparadas às técnicas indiretas; 

– Mínimo desgaste à estrutura dental.

– Resultados estéticos satisfatórios;

Quais casos são indicados a reanatomização em resina direta e quais não são?

A Resina Direta é indicada, principalmente, para adultos com dentes muito pequenos, quebrados, danificados por cáries, manchados e escurecidos. Além disso, é uma excelente opção para preenchimento de espaço em pacientes com dentes separados. 

A contra-indicação, entretanto, se dá quando os dentes estiverem fracos, se o profissional perceber através de avaliação que o paciente não tem bons hábitos de higiene bucal, se os dentes estiverem sobrepostos ou se houver problemas com o esmalte dental. 

Avaliação antes do procedimento 

Antes de realizar o procedimento, o profissional vai examinar a saúde geral dos dentes e a gengiva do paciente, avaliar suas queixas e conferir se as modificações desejadas são possíveis e atendem a necessidade, respeitando um plano de tratamento específico. A execução correta do procedimento, juntamente com os cuidados diários do paciente, fará com que a técnica alcance resultados e durabilidade excelentes. 

Cuidados para a durabilidade após a reanatomização em resina direta

O primeiro passo é estar atento ao consumo excessivo de alimentos que escurecem os dentes, como: chocolate, café, vinho, alimentos ricos em corantes naturais, como chás escuros e sucos cítricos, por exemplo. O indicado é ingerir um pouco de água logo após o consumo de determinados alimentos. 

 É de extrema importância que pacientes que apresentem bruxismo ou a prática de roer unhas, morder pontas de canetas e lápis, corrijam estes hábitos para que a técnica tenha uma melhor duração. Para terminar, escova dental macia e cremes dentais específicos também poderão ser recomendados após a prática. 

Consulta para manutenção

A manutenção a cada seis meses é uma necessidade para os pacientes submetidos à técnica em resina direta, mas tudo vai depender da recomendação do profissional que está cuidando de você.

  • 21 de outubro de 2019

Deixe uma resposta 0 comentários

Deixe uma resposta:







WhatsApp